Sefaz e MP apresentam resultado de operação contra sonegação fiscal

Expectativa de valores sonegados pode chegar a R$ 2,5 bilhões.
Por: Luciano Augusto
A Secretaria da Fazenda do Estado do Ceará (Sefaz) e o Ministério Público Estadual apresentam nesta terça-feira (9), na sede da Procuradoria Geral de Justiça a partir das 9 h,  o resultado da Operação Nacional Contra a Sonegação Fiscal.
A operação foi realizada no último dia 20 de outubro e coordenada pelo Grupo Nacional de Combate às Organizações Criminosas (GNCOC). A ação consiste na mobilização nacional de combate à sonegação fiscal e envolve, em 12 Estados e no Distrito Federal, os respectivos Ministérios Públicos Estaduais e as Secretarias das Fazendas. Esta foi a primeira vez que o Estado do Ceará participou de tal investigação.
O trabalho envolveu ações simultâneas dos Ministérios Públicos Estaduais e as Secretarias das Fazendas em 12 Estados e no Distrito Federal. Através desta mobilização nacional de combate à sonegação fiscal, o GNCOC conseguiu identificar fraudes fiscais em empresas de vários ramos de atividade.
O GNCOC é um grupo formado por membros dos Ministérios Públicos Estaduais e da União, criado em 2002, pelo Conselho Nacional de Procuradores-Gerais de Justiça (CNPG), depois que uma organização criminosa que atuava no ramo de adulteração de combustíveis assassinou o promotor de Justiça de Minas Gerais, Francisco José Lins do Rêgo Santos.
Iniciada em 2009, a operação apurou a significativa e também alarmante marca de R$ 4 bilhões, que deveriam ter sido aferidos aos cofres públicos, através do recolhimento de tributos; mas que foram sonegados pelos contribuintes. Este ano, a expectativa de valores sonegados gira em torno de 2,5 bilhões de reais.

Nenhum comentário:

Postar um comentário